O Guia (Definitivo) do Hóspede

O Guia (Definitivo) do Hóspede

Planejou uma viagem e não quer gastar com hotel? Passar uns dias na casa de amigos, além de econômico, pode ser bem bacana. Não custa nada pedir abrigo, e um amigo de verdade nem vai deixar que você se hospede em outro lugar que não seja na casa dele. Eu mesma hospedo vários amigos durante o ano, e em geral, adoro a companhia deles, mas já hospedei muitos sem noção nem etiqueta nenhuma. Então juntei algumas regrinhas básicas para ser um bom hóspede e uma companhia agradável. Se for se hospedar com parentes ou alguém que você conheceu no Couchsurfing ou Airbnb, as regras são as mesmas.

Um anfitrião, em geral, também aceita o pedido dos amigos, acreditando que terá momentos agradáveis, como outros vários que vocês já viveram juntos. Mas esquece que convivência é bem diferente. E acredite, você não gostaria de morar com a maioria dos seus amigos. No entanto, não se importa de passar alguns (poucos) dias com ele.

Tenha em mente

Ao pedir por hospedagem, você precisa ser a pessoa educada que você não é na sua casa, deixar suas manias de lado, e ter em conta que vai invadir a intimidade do seu amigo e compartilhar a sua.

Pedindo

Antes de tudo, deixe bem claro o período da sua estadia. O dia e hora exatos que irá chegar e partir. Se precisar ficar mais alguns dias, informe assim que souber, mas não prolongue muito sua estadia, afinal “visita boa é aquela que dura pouco tempo”.

Se pretende viajar com outros amigos e levar mais alguém com você, deixe isso bem claro, apresente-os antes, pergunte se é possível, e se responsabilize por ele(a). Caso o anfitrião seja legal e tenha vagas, não verá problema nisso. Mas lembre-se que ele será responsabilidade sua.

Chegando

É bacana dar um pequeno presente para o anfitrião ao chegar (ou sair), como um vinho ou chocolates, algo simples, assim você demonstra gratidão.

Ficando

Não fique isolado no computador ou tv o dia inteiro enquanto estiver em casa com seus anfitriões. Socialize. Interaja.

Imagina que alguém te pede um canto para dormir e reclama da cama? Não pega bem. Se tiver achando ruim, procura uma pousada. Não pense que terá serviço de quarto ou café da manhã esperando por você. Se seu anfitrião for rico e legal talvez, mas na maioria das vezes não é o caso. Nada de reclamar com quem compartilha o teto. Que feio!

Hábitos

Tente manter o mesmo horário do anfitrião. Se ele acorda cedo para ir ao trabalho, não pega bem passar o dia dormindo. Se ele dorme cedo, não é legal chegar de madrugada, fazendo aquele barulho. Esteja atento aos hábitos e horários do anfitrião e não exagere.

Não tire nada do lugar, se não for pra colocar de volta. Não sei os outros anfitriões, mas eu mesma fico fula da vida quando decidem por mim onde deve ser o lugar dos pratos. Não tente redecorar a casa de ninguém, falo sério.

Se torne invisível. Controle sua bagunça, mantenha suas coisas juntas e organizadas, num nível militar. Deixar uma roupa na cadeira, ou a toalha molhada no chão, seus mil cremes no banheiro, já foi motivo de muitos crimes. E controle seu barulho, sua música pode não estar agradando ninguém.

Costume de casa, não deve ir a praça. Su casa, mi casa coisa nenhuma. Existem hóspedes sem noção que deixam o banheiro todo molhado, suja e não limpa ou que ainda devora tudo que vê na geladeira sem pena. Não seja este cara.

Despesas

Assumindo que você, hóspede, procurou abrigo na casa de um amigo por motivos de grana (não pode pagar um hotel ou quer economizar), ainda assim, você teria que se preocupar o mínimo com a sua alimentação. Se pretende comer em casa, ajude na cozinha, vá ao mercado, ofereça fazer o jantar, ou chame para ir jantar fora. Ou se não for ajudar, ao menos, não dê prejuízo. Eu adoro cozinhar, alimentar as pessoas, mas quando percebo que estão abusando na cara dura, a comida até cai mal.

Uma pessoa a mais em casa gera um custo a mais, gasta mais energia, mais água, mais material de limpeza e higiene, então o anfitrião se prepara de todas as formas para te receber bem. Tem várias formas de se tornar um hóspede legal, por exemplo, se oferecer para tarefas simples, como levar o lixo para fora, lavar o carro, se oferecer para ir ao mercado, etc. É uma troca de favores. Mas sempre pergunte, não vá trocar a lampada para então descobrir que o seu anfitrião queria o quarto escuro.

Espaços

Não receba visitas sem que o anfitrião esteja sabendo e tenha concordado. Se for visita intima, ou se o anfitrião não for estar em casa quando você receber sua visita, tome cuidado duplo, isso pode causar muitos constrangimentos. Vocês não sabem, mas é assim que se perde uma amizade.

Malas de Hospedes

 

Partindo

Nunca vá embora sem se despedir. Se o anfitrião não estiver em casa, deixe um bilhete agradecendo a todos da casa, com uma lembrancinha se for possível. Eu já ganhei cervejas, livros e outros mimos que eu adorei.

Se seu anfitrião for muito amigo, daqueles próximos, ele não vai ficar constrangido em falar com você, e será bem feito pra você se ouvir algumas verdades. Mas se ele ficar constrangido, tenha a sensibilidade para perceber.

...

Espero não ter pegado pesado e tornado sua viagem em algo traumático. Apenas seja gentil e sensível, e divirta-se com seu anfitrião. Além de tudo, pode-se conversar sobre qualquer coisas, combinar o que for melhor para todos. E se encontrar uma vassoura atrás da porta, vaza!

Já tiverem experiências ruins com hóspedes? Compartilhe! E envie esse texto para a próxima pessoa que você for receber!