Quer saber? Se ele quer mesmo ir, deixa!

Quer saber? Se ele quer mesmo ir, deixa!

Deixa, porque a gente não precisa implorar permanência de ninguém. E porque a melhor permanência que existe não é do lado externo da coisa. Eu sei que vai doer, você vai chorar e pensar que aquele seria sua última paixão, mas certamente não será a última vez que irá doer ou que você vai se apaixonar. Ainda vai doer tanto, por diversas outras vezes e pessoas, que você vai acabar nem lembrando desse alguém tolo que a faz chorar agora. Desapega, menina! Desapego não é essa coisa que a gente exagera pensando deixar ir por falta de afeto, é muito pelo contrário. A gente sabe e sente que gosta, mas aprende a deixar ir para que a vida não fique de maneira tão pesada e agressiva para os sentimentos. Se você ainda não encontrou essa paz interior em alguém, seja a sua própria. Não queira alguém que bagunce nada mais além da sua cama e seu cabelo com algumas boas noites de prazer. Mas olha, toma cuidado, não espere ser casual para ninguém, nem pra você! Continue a viver a vida da maneira que você a deixa mais feliz: intensamente. Tira esse sorriso da gaveta; é hora de colocar aquela sua roupa favorita, colocar sua música preferida no volume máximo e passar aquele batom bem vermelho. Não está permitido se deixar arrasar pelo coração, mas aproveitar a vida como aquela festa inesquecível de uma noite de verão, está mais que permitido,

Olha só pra você, já sorriu só de imaginar.

Pra quê perder tempo com alguém que decidiu perder você? É isso, exato. Quem perdeu não foi você.

Vai, coloca OFF nesse computador, deleta esse sentimento, porque existe uma vida inteira ON esperando para ser aproveitada do jeito que só você sabe aproveitar.

Esquece ele, só não esquece do amor.

Marianne Galvão